quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Eles eram muitos cavalos

Eles eram muitos cavalos

Leonardo Tonus, livre docente na Universidade Paris-Sorbonne, na França, coordenador do núcleo de estudos lusófonos da instituição, uma das pessoas que mais têm se esforçado para propagar a literatura brasileira pela Europa, leu trecho de seu livro favorito de Cecília Meireles, sentado na varanda do histórico casarão Ramos de Azevedo, sede da Global Editora, em São Paulo. Um grande momento, em si.
Para ouvir a leitura do trecho do livro clique no link abaixo :


Fonte : Blog da Global Editora

XXX



Leonardo Tonus é Livre Docente e Coordenador do Departamento de Estudos Lusófonos na Université Paris-Sorbonne (França). Membro do Conselho Editorial e do Comitê de Redação de diversas revistas internacionais, atua nas áreas de literatura brasileira contemporânea, teoria literária e literatura comparada, com pesquisa sobre imigração. Publicou vários artigos sobre autores brasileiros contemporâneos e coordenou (ou co-organizou) a publicação, entre outros, dos ensaios inéditos do escritor Samuel Rawet (Samuel Rawet : ensaios reunidos, 2008), do número 41 da Revista Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, da edição  da Revista Ibéric@l, em torno da nova cena literária no Brasil e da edição em francês La littérature brésilienne contemporaine com a Revista Pessoa. Condecorado Chevalier em 2014 na ordem das « Palmas Acadêmicas » pelo Ministétio da Educação francês, foi nomeado Conseiller Littéraire pelo Conseil National du Livre para o Salon du Livre de Paris de 2015 que teve o Brasil como país homenageado. Participou  da Delegação Oficial brasileira no Salão do Livro de Göteburg (2014 e 2016) e em 2015 foi condecorado Chevalier na ordem das « Artes e das Letras » pelo Ministério da Cultura francês. Leonardo Tonus é o idealizador e organizador do festival europeu « Printemps Littéraire Brésilien ».


Nenhum comentário:

Postar um comentário