quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Cecília Meireles em Paris


Cecília Meireles em Paris

Dois homens deram suas mãos a Cecília Meireles e a acompanharam até Paris. Caminharam com a poeta num fim de tarde pela rue de la Sorbonne, entraram no número 17. Encontraram o anfiteatro Descartes. E ali dentro, no dia 6 de outubro de 2016, espalharam o encantamento. Um dos homens é Antonio Carlos Secchin, poeta, professor, ocupante da cadeira 19 da Academia Brasileira de Letras. O outro, o professor Leonardo Tonus, coordenador do Departamento de Estudos Lusófonos da Universidade de Sorbonne, em Paris. Tonus vem promovendo esses encontros há uma década, entre a Literatura do Brasil e estudantes e leitores franceses. Secchin foi mais uma vez convidado e apresentou a conferência Cecília Meireles: as incertezas da liberdade.
Realização Andre Argolo.

Assista ao vídeo em sua íntegra clicando no link abaixo


Ou consulte o blog da Global Editora




A conferência do Professor e Acadêmico Antonio Carlos Secchin ocorreu na Universidade da Sorbonne no dia 6 de outubro de 2016
©Miguel Nogueira

2 comentários:

  1. Pena que não pode participar desta conferência. Pelo menos eu posso usar este sala de datos virtual

    ResponderExcluir
  2. Cecília foi a papisa
    De nossa literatura
    É uma ilustre figura
    Que a poesia eterniza.

    Foi suave como a brisa
    E densa pela candura
    De uma poesia pura
    Sem extremos ou divisa.

    Cecília é a imortal
    Mais viva sem ter igual
    No universo brasileiro

    Como mulher foi cabal
    Na plenitude ideal
    Do ideal cancioneiro.

    Parabéns! Amigo, fiz este poemeto por amor aos versos rimados e muito bem estruturados em métricas que essa mulher seguiu. Abraço fraterno. Grato! Laerte(Silo).

    ResponderExcluir