terça-feira, 24 de maio de 2016

Autoria negra

III JORNADA LITERÁRIA DE AUTORIA NEGRA: PERCURSOS CONTEMPORÂNEOS

Universidade de Brasília, 1º de junho de 2016.
Auditório do Instituto de Letras – Campus Darcy Ribeiro.


Entre o racismo estrutural e a permanência do discurso da “democracia racial”, as populações negras buscam construir formas de falar de si e do mundo. Nas últimas duas décadas, verificou-se um aumento de visibilidade da representação negra na sociedade brasileira – seja nos meios de comunicação de massa, seja nas artes, na música e na literatura, seja no campo acadêmico – e seu caráter “marginal” diante das formas de expressão dominantes vem sendo fortemente questionado. A III Jornada Literária de Autoria Negra: Percursos Contemporâneos propõe um espaço de diálogo entre a universidade e escritoras e escritores negros para tratar dos problemas da perspectiva, da linguagem, do gênero, da edição e da recepção desta produção.


PROGRAMAÇÃO

8h30 – Abertura do evento
Apresentação de Cristiane Sobral e Meimei Bastos

9h – Lugares e impasses do literário
Allan da Rosa e Mel Adún, com mediação de Regina Dalcastagnè

10h30 – Coletivos e editoras: os Cadernos Negros e a Ogum’s
Esmeralda Ribeiro e Guellwaar Adún, com mediação de Igor Ximenes Graciano

Intervalo

14h30 – Quando mulheres escrevem
Miriam Alves e Lívia Natália, com mediação de Anderson da Mata

16h – Trajetórias poéticas e políticas
Eliane Marques e Cuti, com mediação de Pedro Mandagará

18h – Encerramento
Apresentação de Ricardo Aleixo

18h30 – Lançamento de livros
Cadernos Negros, volume 38; Pré-catálogo da editora Ogum’s; Bará: na trilha do vento, de Miriam Alves;
Pretumel de chama e gozo: antologia da poesia negro-brasileira erótica, de Cuti (org.); Impossível como nunca ter tido um rosto, de Ricardo Aleixo; Correntezas e outros estudos marinhos, de Lívia Natália; E se alguém o pano, de Eliane Marques; Desinteiro, de Guellwaar Adún; A lua cheia de vento, de Mel Adún; Maju: a princesa do tempo e Resiliência, de Aciomar de Oliveira; Polifonias marginais, de Lucía Tennina, Mário Medeiros, Érica Peçanha e Ingrid Hapke    


EQUIPE

Coordenação: Regina Dalcastagnè

Comissão organizadora: Anderson Luís Nunes da Mata, Pedro Mandagará

Comissão de apoio: Adélia Mathias, Aline Teixeira, Andressa Marques, Calila das Mercês, Carina Lobato, Dalva Martins, Maria Aparecida Cruz de Oliveira, Pollianna Freire

Comissão de divulgação: Aline Teixeira, Graziele Frederico, Lúcia Tormin Mollo, Paula Queiroz Dutra


Monitoria: Isadora Dias, Raysa Soares, Waldson Souza, Daniel Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário