domingo, 2 de março de 2014

Confissões


Confissões

À Mário de Sá-Carneiro


Desculpa, Mário, se solto teu nome assim,
como se pudesse ser ouvido das altas tumbas que laceiam teu corpo,
se ainda há corpo,
se ainda há tumba,
se ainda há Lácio.

Vês, entendo-te.
Entendo não só a ti como a teu grito ensurdecedor
que dilacera nossos olhos
e os lacerantes questionamentos
que debulharam teus dedos.

Não creio ser especial por isso,
nem creio que valha isso para te acordar
das terras que cobrem teu sono.

Mas digo aqui, entendo além.

Além das letras, exclamações,
dos plurissexos, do cosmopolitismo.
Entendo-te além do intenso futurismo
de teu sangue em tuas páginas.

Entendo-te solidão.
Entendo-te gordo.
Entendo-te rechaçado pelo amor
que não ousava responder.

Entendo, Mário, a curva maldita de seu rosto
de queixo e pescoços interligados,
os olhos negros e vazios lançados ao mundo
à capturar o tudo espalhado pelo aí,
os lábios grossos e fechados
que talvez ousassem menos vida que as mãos e a mente.

Mário, compreenda,
entendo até os cabelos escondidos pelo chapéu,
a cabeça escondida pelo chapéu,
os desejos escondidos pelo chapéu.

E quando não escondidos,
entendo os cabelos engomados,
repartidos em dois como o mar aberto pela vontade de deus.

Entendo a rigidez de teus cabelos Mário, mas não só por isso.

Não só por isso acordei-te de teu sono,
não só por isso evoquei teu triste bafo em meu ouvido.

Chamei teu nome às cegas,
tateando no escuro teu corpo,
para um abraço transcendente de poéticas,
linguagem, tempo e espaço.
Para um abraço fraterno,
daquele que entende.

Pois entendo, Mário de Sá-Carneiro,
acima de tudo,
tua eterna sede em vida
saciada apenas pelo final veneno que bebeste.


Horácio Dib
Paris, 2013


Horácio Dib é graduando em Letras (Português-Francês) pela Universidade Estadual Paulista. Participa do projeto de intercâmbio PLI (Programa de Licenciatura Internacional) com a Université Paris-Sorbonne e colabora para o Blog Etudes Lusophones

Um comentário:


  1. Carlos Lima
    Caros muito bom o poema gostei de mais, deixo para voces um site que achei otimo http://portugues.free-ebooks.net/

    ResponderExcluir