quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Dinâmicas Genealógicas

Jan Hogan, Becoming
Palestra com o Prof. Dr. Leonardo Tonus
(Université Paris-Sorbonne)


Novas dinâmicas genealógicas na Literatura Brasileira Contemporânea


Dia 9 de Dezembro
Das 17 às 19 horas

Pontifícia Universidade  Católica do Rio Grande do Sul
Faculdade de Letras

Delfos – Epsaço de Documentação e Memória Cultural
Av. Ipiranga, 6681 Prédio 16, 7o andar | Partenon
Porto Alegre/RS

Com o apoio do grupo de estudos limiares comparatistas e diásporas disciplinares.

Neste trabalho procuro discutir como a literatura brasileira contemporânea  tem pensado os deslocamentos dos paradigmas genealógicos, seus procedimentos de transmissão e suas dinâmicas de filiação.  Trata-se aqui menos de questionar os problemas relativos à chamada crise da instituição familiar, do que observar a emergência de um novo “viver em comum” idiorrítmico. Pensada a partir do cotidiano e de seus ritos, de suas próprias cadências, de suas regras e signos particulares, a utopia idiorritmica barthesiana aponta para a co-existência de modalidades múltiplas que se desregulam e se engendram na fluidez aleatória das vivências e dos seus tempos. O « viver em comum » idiorrtimo pressupõe a dissolução da « comunidade substantiva ». Neste sentido, ele é anti-genealógico como uma boa parte da produção romanesca brasileira recente que tende a posicionar suas personagens nos espaços precários e revogáveis do estranhamento.




Leonardo Tonus é especialista da questão da imigração na literatura brasileira contemporânea, coordenador do Departamento de Português e responsável  pedagógico do Programa PLI-França na  Universidade da Sorbonne. Publicou diversos artigos sobre a obra de Graça Aranha, Plínio Salgado, Samuel Rawet, Lya Luft, Adoldo Boos Júnior, Milton Hatoum, Nélida Piñon, Adriana Lisboa, Bernardo Carvalho, Daniel Galera, Chico Mattaso, Joca Terron Reiners et Luiz Ruffato.  Membro do conselho editorial e do comitê de leitura de diversas  revistas literárias, co-dirigiu a publicação dos ensaios do escritor Samuel Rawet (Samuel Rawet ensaios reunidos, 2008) e do número 2 da Revista Iberic@l sobre Literatura Brasileira Contemporânea (http://iberical.paris-sorbonne.fr ).  Foi responsável pelo número 41 da Revista Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea da Universidade de Brasília, consagrado à representação da pobreza na Literatura Brasileira (http://www.gelbc.com.br/inicio.html ) e dirige o Blog Etudes Lusophones. http://etudeslusophonesparis4.blogspot.fr

Nenhum comentário:

Postar um comentário