sábado, 27 de julho de 2013

Literatura boa ou ruim : that is the question!

Maria Elena Vieira da Silva, La bibliothèque, 1955
Tendo em vista a quantidade de livros publicados e a qualidade da prosa e da poesia brasileiras contemporâneas, em sua opinião, a literatura brasileira está num momento bom, mediano ou ruim?

A resposta mais óbvia a essa questão seria, de fato, afirmar que a literatura brasileira conhece atualmente um momento fasto dentro de sua história, sobretudo se levarmos em conta a multiplicação de seus canais (e atores) de criação, promoção e divulgação. Essa resposta reitera, no entanto, um lugar-comum de grande repercussão na mídia atual que, através de um discurso eufórico (e ideológico), tende a vincular a produção literária nacional à vitalidade econômica que o país (ou parte dele) conhece. O que dissimulam, finalmente, tais pressupostos que tomam como parâmetros os indicadores valorativos, quantitativos e mercadológicos, mas sem analisar a situação real da produção e da circulação da literatura brasileira no país e no estrangeiro? Como explicar, por exemplo, que num país com mais de cem milhões de leitores potenciais, as tiragens de autores nacionais raramente ultrapassem três mil exemplares? Como entender a pouca visibilidade dos escritores situados fora dos eixos da agitação cultural e de suas redes de influência? Como compreender, finalmente, o pouco interesse na divulgação da literatura contemporânea brasileira no exterior? Sim, muita coisa mudou: nos últimos anos a taxa de analfabetismo no Brasil diminuiu drasticamente, o número de editoras multiplicou-se no país, uma parte da literatura nacional concedeu voz aos afásicos sociais, as feiras de livros nacionais e internacionais têm transformado os escritores em novos produtos de consumo até para uma exportação made in Brazil. O que me leva a concluir que, de fato, a literatura brasileira está num momento muito bom, muito bom mesmo, sobretudo por expor publicamente suas velhas e incuráveis mazelas.

José Leonardo Tonus
Jornal Rascunho, 2013

Resposta do Professor José Leonardo Tonus a Luiz Bras no Jornal Rascunho

José Leonardo Tonus é especialista em literatura brasileira contemporânea na Universidade Paris-Sorbonne e coordenador do Blog Etudes Lusophones. Acaba de coordenar o número 41 da Revista Estudos de Literatura brasileira Contemporânea publicado pela UnB. Consultem o link :  http://etudeslusophonesparis4.blogspot.fr/2013/07/literatura-e-pobreza.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário