segunda-feira, 9 de julho de 2012

estudos de literatura brasileira contemporânea


capa de Elvira Vigna

Fora do retrato: estudos de literatura brasileira contemporânea
Fora do retrato traz para a cena um estudo das minorias invisibilizadas ao longo da história da literatura brasileira. Para refletir sobre esse tema, é indispensável uma análise multidisciplinar, que abarque desde as questões da identidade nacional até a configuração do campo literário brasileiro e as exclusões na produção e na crítica literárias.

Apresentação
Regina Dalcastagnè e Anderson Luís Nunes da Mata

À margem da BR: imagens do nacional no romance brasileiro contemporâneo
Anderson Luís Nunes da Mata

Algumas questões sobre a ficcionalização identitária: uma visita ao Waffel´s Hooland Original
Ricardo Barberena

Escrever entre fronteiras: a condição do escritor brasileiro em Berkeley em Bellagio, de João Gilberto Noll
Giovanna Dealtry

Desfazer-se do legado nacional: os modos de narrar da contemporaneidade
Paulo César Thomaz

Como se faz um autor: Milton Hatoum: “permanência e transformação do regionalismo”
Luciene Azevedo

Viagem e experiência comum: O filho da mãe, de Bernardo Carvalho
Paloma Vidal

O imigrante na literatura brasileira: instrumentalização de uma figura literária       
José Leonardo Tonus

Presença do imigrante alemão na literatura brasileira: Valsa para Bruno Stein, de Charles Kiefer, e Jornada com Rupert, de Salim Miguel
Maria Isabel Edom Pires

O puro amarelo do verão: “O japonês dos olhos redondos”, de Zulmira Ribeiro Tavares
Stefania Chiarelli Techima

Pôr do sol global: itinerários urbanos e identidade globalizados em O sol se põe em São Paulo, de Bernardo Carvalho
Leila Lehnen

A cidade e seus restos: de Samuel Rawet a Luiz Ruffato
Regina Dalcastagnè

A Brasília que Clarice construiu: o desmonte da nação nas crônicas lispectorianas
Claire Willians

Estereótipos em ruínas: a mulher contemporânea no imaginário de Luci Collin
Lúcia Osana Zolin

Organização:
Regina Dalcastagnè e Anderson Luís Nunes da Mata
Editora Horizonte, 2011


Nenhum comentário:

Postar um comentário